Página Inicial > Notícias > Iº Fórum de Bem Estar Animal de Nova Friburgo

Iº Fórum de Bem Estar Animal de Nova Friburgo

 

Fonte: A Voz da Serra Online (30/06/2009)

 

Fórum de Defesa Animal reúne mais de 150 interessados na causa

Participantes sugerem criação de coordenadoria de bem-estar animal

Durante todo o sábado, 27, defensores da causa animal participaram do 1º Fórum do Bem-Estar Animal, no Teatro Municipal de Nova Friburgo.

Estavam lá representantes da Instituto Univida de Bem-Estar Animal, da Apafa (Associação Protetora dos Animais Francisco de Assis) e do canil Yoko Ong, que lutam, cada um à sua moda, para oferecer uma vida melhor aos animais. Já a Combina (Companhia dos Bichos e da Natureza), apesar de ter sido oficialmente convidada, não enviou nenhum representante ao evento. Uma pena, pois foram discutidos temas de grande relevância para todos os que amam e respeitam os animais.

O fórum foi organizado pela secretaria municipal do Meio Ambiente e sua principal proposta foi debater a adoção de políticas públicas que solucionem de forma ética o problema de animais no meio urbano do município. Que passa pela criação de uma coordenadoria de bem-estar animal vinculada diretamente à secretaria.

Os temas tratados durante o encontro – controle populacional, guarda responsável, causas e consequências do abandono de animais, entre outros – têm tamanha importância que não faltaram autoridades na abertura do fórum. Até porque o extermínio de cães determinado por um secretário municipal, em fevereiro, foi um dos primeiros problemas que este governo foi obrigado a enfrentar. O fato causou, na época, grande comoção popular, com direito até a repercussões na mídia nacional. Nada melhor, portanto, que ouvir as ONGs, a comunidade e alguns especialistas no tema para encerrar a questão e, de quebra, buscar soluções definitivas para o problema.

Além do prefeito Heródoto Bento de Mello, do secretário Geral de Governo, Braulio Rezende Filho, do líder do governo na Câmara, Marcelo Verly, estiveram presentes os secretários Ivison Soares de Macedo (Meio Ambiente), Roberto Vianna (Preservação Ambiental), Frank James Fernandes (Esportes), Girlan Guilland (Comunicação), além dos vereadores Claudio Damião, Edson Flávio Coelho e Marcelo Verly.

O prefeito falou de sua preocupação em resguardar a vida dos friburguenses e da importância de preservar o meio ambiente da cidade. Abordou também a relação homem-animal e os sofrimentos impostos a animais de diversas espécies. “Um dia, quando formos mais desenvolvidos espiritualmente, entenderemos melhor a natureza e sua essência. Iremos descobrir os sentimentos de tudo o que nos cerca de maneira mais intensa”, declarou, referindo-se ao sofrimento dos animais que morrem para alimentar os seres humanos.

O vereador Marcelo Verly destacou o valor do evento, classificando-o como “um marco na política pública voltada para os maus tratos aos animais em Nova Friburgo”.

Após a cerimônia de abertura, o advogado carioca Daniel Braga Lourenço fez uma longa explanação sobre o direito à vida, destacando que o importante é “abolir as instituições de exploração de animais e não regulamentá-las”. Em seguida, foi a vez das ONGs se manifestarem. Cristina Ribeiro, do Instituto Univida, destacou a importância de envolver toda a sociedade civil. “Outras ideias lançadas anteriormente eram superficiais e não contemplavam a parte assistencial e educativa, fundamentais para mudar a cultura e a educação de um povo”, ressaltou.

“Até o momento são as ONGs que estão assumindo um dever que é, antes de mais nada, do poder público”, afirmou a coordenadora geral do evento, Carla Freire, que é funcionária da secretaria de Meio Ambiente. “Agora, porém, foi dado o primeiro passo para a elaboração de um projeto de políticas públicas sério e responsável voltado ao bem-estar dos animais no município”.

Na parte da tarde, Maria da Graça Dutra, responsável pela Coordenadoria de Bem Estar Animal de Florianópolis, falou sobre o projeto levado a cabo naquela capital e que vem servindo de modelo para diversos municípios. Criada em 2005, vem enfrentando de forma ética o problema de animais errantes no meio urbano e proporcionando aos humanos um controle de zoonoses eficiente e duradouro, em parceria com a comunidade. Em tempo: a coordenadoria não adota como solução o extermínio de animais, mas trata de esterilizar cirurgicamente cães e gatos, sem nada cobrar por isso.

Dirigido à população com renda inferior a três salários mínimos, a Coordenadoria do Bem Estar Animal de Florianópolis faz cirurgias emergenciais, oferece atendimento clínico veterinário a domicílio em casos de emergência, atende a denúncias de maus tratos e dá orientações jurídicas referentes à legislação animal. Além disso, leva a efeito todo um programa de adoções responsáveis. Outro projeto em andamento é a distribuição de uma cartilha escolar intitulada “Amigo Animal”, acompanhada de uma palestra.

 

29_06_2009_06_29_56_f21

O secretário de Meio Ambiente, Ivison Soares de Macedo e à sua esquerda, Maria da Graça Dutra, da coordenadoria de Bem-Estar Animal de Florianópolis.

 

29_06_2009_06_29_56_f31

Heródoto Bento de Mello: “Um dia, quando formos mais desenvolvidos espiritualmente, vamos descobrir os sentimentos de tudo o que nos cerca de maneira mais intensa”.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  • Twitter
  • Facebook
  • Google Bookmarks

Ana Lúcia Notícias

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.

 
Por favor digite no campo abaixo a palavra: OBA
No preencha o campo abaixo.