Arquivo

Arquivo de agosto, 2009

Caquinho

29, agosto, 2009

Caquinho, mas que nome!?

Quer saber? Era o que melhor podia descrever o estado em que foi encontrado esse cachorrinho, que hoje é o xodó de todos nós.

Ele chegou há pouco mais de um ano, ainda no canil de Barreiros, e era pele, ossos e feridas.

Sempre encolhido no canto, arredio e com olhar assustado. Não era fácil para os veterinários e tratadores medicá-lo.

spm_1705

Como voluntária da Cão Terapia, dediquei a ele toda a atenção que podia. Passava as tardes de sábado sentada dentro do canil conversando, acarinhando e dando quitutes para conquistá-lo. Até que num sábado, quando me levantei para vir embora, ele também se levantou, veio até mim e deu um pulinho pedindo carinho. Simplesmente explodi de alegria e comecei a chamar todos para ver!

Ali, pela primeira vez, vimos o que seria o nosso Caquinho.

Hoje, totalmente recuperado, ele parece querer a todo minuto demonstrar a sua gratidão com todos que o ajudaram. Não economiza o repertório canino para que isso fique bem claro: pula, dá gritinhos, gira o rabinho, se joga no chão de barriguinha para cima contorcendo-se todo.

Na Cão Terapia quando escutamos uns gritinhos escandalosos, todos já se viram, sorriem e dizem em uníssono: “É o Caquinho!!!”. 

spm_3996

Por tudo isso, torcemos muito para que esse anjo encontre uma família bem especial, que mereça essa demonstração tão ardente de carinho e esses gritinhos de que tanto sentiremos saudades. Mas uma saudade boa!

Fotos: Sergio Parisi

Cão Terapia

Terapia para bicho e gente

28, agosto, 2009

Sábado chegando… e os cães do canil municipal de Floripa vão ficando agitados. Eles sabem muito bem que é dia de Cão Terapia!

Se você está sem programa ou anda estressado ou chateado ou apenas tem um tempinho para fazer o bem, venha passar uma tarde deliciosa com os muitos peludos que foram retirados de maus-tratos e esperam por um lar.

Afinal, a Cão Terapia faz maravilhas não só pelos cães, mas pelas pessoas também.

Voluntário-mirim aprendendo cedo o que é ser solidário.

Voluntário-mirim aprendendo cedo a ser solidário.

O canil fica às margens da SC-401, coladinho ao cemitério do Itacorubi. E a terapia coletiva é das 14:30 às 18:00, todos os sábados sem chuva.

Se puder, leve biscoitos para mimar nossos amigões, sacolas plásticas para recolher as caquinhas e água para você beber.

Quem participa da Cão Terapia comprova como é fácil ser feliz e fazer os outros felizes, seja bicho ou gente.

Veja mais fotos clicando na imagem.

Cão Terapia

O encontro de Shankar e Caquinho

28, agosto, 2009

Nesta semana levamos Caquinho, que é do canil municipal de Florianópolis, numa clínica veterinária parceira para que fosse feito raio X. Ultimamente nosso amiguinho andava com dificuldade, as articulações estavam inchadas e doloridas (mas mesmo com desconforto, o pimpolho não deixou de aproveitar a Cão Terapia – veja aqui).
 
O diagnóstico não foi dos piores: Caquis está com artrose, que é uma doença articular degenerativa, provavelmente pelo passado de abandono e sofrimento. Desde que receba tratamento, o quadro é controlável e não prejudicará sua qualidade de vida.
 
Na mesma clínica veterinária estava o pequeno Shankar (clique aqui para conhecer sua história), na sua 3ª sessão de acupuntura. Impressionante como os animais vivem por nós. Shankar só sobreviveu à cinomose graças ao amor, empenho e dedicação da Dona Leni. Isso é evidente no seu olhar de admiração e absoluta gratidão por ela.
 
Veja que fofo Shankar tentando fazer amizade com Caquinho rebolido (que não estava nem aí pra ele, pobre…):

Cão Terapia, Vídeos

Evento de adoção de patudos – ONG Viva Bicho – 29/08

28, agosto, 2009

Bethoven – o velhinho querido!

27, agosto, 2009

Em dezembro do ano passado, num dos Mutirões Mata-Fome organizado pela OBA na Tapera (clique aqui para ver as fotos), foi descoberto um são bernardo sobrevivendo em condições insuportavelmente miseráveis.

Ele tinha uma família, não era um cão que estava abandonado na rua. Mas só tinha lixo para comer e ao seu redor era uma imundície inacreditável.

Era um gigante de pele e osso e… tristeza.

beethoven-encontrado

Encontrado faminto e apático.

Mais uma triste demonstração de que animais de raça pura também são vítimas constantes da maldade e do descaso humanos.

Depois de resgatado pela Coobea, juntamente com a pit Madonna, descobriu-se que se tratava de um “vovô ” são bernardo. Recebeu o nome de Bethoven, sem muita originalidade mas com muito carinho.

Ganhou peso, foi tratado e castrado. Recuperou a confiança nas pessoas e em si próprio e se tornou o xodozão ranzinza dos funcionários do CCZ e dos voluntários da Cão Terapia. 

Bethoven cercado de amor na Cão Terapia.

Bethoven cercado de amor na Cão Terapia.

Enfrentou duas adoções fracassadas, em que as pessoas não tiveram a menor responsabilidade e o respeito por um cão idoso e sensível como ele.

Mas o seu grande dia chegou!  E Bethoven encontrou uma família especialíssima, consciente do que é assumir um cão com idade avançada e disposta a dar a ele um resto de vida digno e feliz.

Veja agora como o nosso queridão está em boas mãos:

Adoções de Sucesso, Cão Terapia

Li, nota 10 no DC

26, agosto, 2009

 

img162-b

Diário do Leitor – Diário Catarinense 26/08/2009

Cartas

Antídoto contra envenenamento de animais

26, agosto, 2009

Dr. Marcel Benedeti recomenda como agir em caso de suspeita de envenenamento de animais:

“Quando houver a suspeita, dar água morna salgada ou água oxigenada 10 vol. (uma colher de sopa) que, em contato com o estômago, vira água morna salgada e faz o animal vomitar.

Em seguida, dar ATROVERAN (1 gota por kg de peso de 6 em 6 horas), que é o melhor antídoto para venenos do tipo 1080 e chumbinho.”

Tenha sempre Atroveram por perto e repasse esta informação para as pessoas que você conhece. Isto pode salvar vidas.

O carvão vegetal também ajuda muito em envenenamentos (inclusive em humanos), pois é absorvente. Já existe nas farmácias em comprimidos.

ATENÇÃO: Não exclua o veterinário deste processo. A água oxigenada vai fazer vomitar e o carvão vai auxiliar, mas, tanto um como o outro são apenas auxiliares no tratamento. Ao se deparar com um animal vítima de envenenamento, siga os procedimentos acima e corra para o veterinário.

Dicas, Saúde Animal

Matança de cães no Sul

26, agosto, 2009

(Diário Catarinense, 26 de agosto de 2009 )

dc envenamento

A matança de cães por envenenamento deixou assustadas mais de 50 famílias que vivem na Barra de Ibiraquera, balneário de Imbituba, no Sul do Estado. No último dia 16, pelo menos 22 animais perderam a vida, situação que provocou pânico entre adultos e crianças e expôs a gravidade de um problema que surgiu há 10 anos.

Para ler a notícia completa Clique aqui
http://www.clicrbs.com.br/diariocatarinense/jsp/default2.jsp?uf=2&local=18&source=a2630819.xml&template=3898.dwt&edition=12994&section=213

Notícias

Cuidado com estes Deputados

26, agosto, 2009

pl4548___01

Está por acontecer o maior retrocesso na história da proteção animal no Brasil

Tramita no Congresso Nacional o Projeto de Lei (PL) nº 4.548 de 1998, de autoria do deputado José Thomaz Nono, que pretende modificar o art. 32 da Lei nº 9.605/98 – Lei de Crimes Ambientais, o qual diz:

“Art. 32. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:
Pena – detenção de três meses a um ano, e multa.
§ 1º. Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.
§ 2º. A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.”

O PL em questão tem como objetivo retirar a expressão domésticos ou domesticados, sob o argumento de que a realização de rodeios e vaquejadas tem sido prejudicada. Tal proposição está apensada ao Projeto de Lei nº. 3.981/2000 e foi relatada favoravelmente pelo Deputado Régis de Oliveira.

Se este projeto for aprovado, será consumado o maior retrocesso da história da proteção animal em nosso país. Por exemplo, o combate às condenáveis rinhas de galo e cães, além da cruel Farra do Boi, entre outras barbaridades.
 
A Constituição e o bem-estar animal
Nossos animais, independentemente da espécie, são protegidos pela Constituição Federal, que em seu artigo 225, inciso VII, diz:

“Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações. § 1º – Para assegurar a efetividade desse direito, incumbe ao Poder Público: VII – proteger a fauna e a flora, vedadas, na forma da lei, as práticas que coloquem em risco sua função ecológica, provoquem a extinção de espécies ou submetam os animais a crueldade.”

Portanto, é evidente que este se trata de um projeto inconstitucional, incabível e ilegal!

 
Como você pode ajudar?
Escreva para as lideranças dos partidos clicando aqui.
 
Histórico
O PL 4548 foi apresentado na Câmara dos Deputados em 98 pelo então Dep José Thomaz Nonô, sendo despachado para as comissões de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias (CDCMAM) e de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). Na CDCMAM obteve parecer desfavorável do relator, Dep Luciano Pizzatto, sendo este parecer unanimemente aprovado pela CDCMAM. Seguiu então à CCJR e foi apensado ao PL 3981/2000, do Senado Federal. Em pareceres da CCJR, o PL 4548 foi declarado inconstitucional pelo relator Dep Renato Vianna em 2001, pelo relator Dep Ricarte de Freitas em 2003, pelo relator Dep Bosco Costa em 2004 e pelo relator Dep Régis de Oliveira em 2008. Foi então devolvido ao Dep Régis de Oliveira para revisão, que alterou seu parecer e declarou a constitucionalidade do PL 4548, sendo este parecer aprovado por unanimidade pela atual CCJC em abril de 2009.
O Dep Ricardo Tripoli interpôs recurso da decisão da CCJC no dia 29 de abril, pela inconstitucionalidade do PL 4845/1998, mas seu recurso foi indeferido e arquivado no dia 15 de maio devido à “falta de amparo regimental”.
 
Tramitação
O PL 3981/2000 aguarda para entrar em pauta para votação no plenário da Câmara, e o conteúdo do PL 4548/1998 poderá ser utilizado. Em seguida retornará ao Senado, será encaminhado para as comissões e apenas depois seguirá para sanção presidencial.

Protesto

Broches e adesivos do Catatau

25, agosto, 2009

catatau-bottons

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Produtos