Página Inicial > Artigos, Reflita! > A dor de perder um companheiro animal

A dor de perder um companheiro animal

Amor é amor, sem forma, sem padrão, um sentimento inigualável que partilhamos com os animais. Só quem sente ou já sentiu sabe a força e o poder que ele tem, capaz de proporcionar situações e acontecimentos inexplicáveis. E a dor de perder alguém que amamos é um – se não o pior -, sentimento que experimentamos na vida, e a lei da natureza faz a maioria dos nossos “filhos” não humanos ir deste mundo antes que nós. Até hoje não sei se prefiro que partam ao meu lado ou que vivam mais que eu, só sei que cada um que se foi levou um pedaço de mim. Chorei, gritei, questionei, protestei, virei-me contra Deus, em toda morte de um companheiro animal meu, e sei que mais despedidas virão, dezenas, até centenas, quem sabe… Será que suportarei tantas ausências?

Conversando com minha psicóloga, sobre a falta de compreensão das pessoas ao me verem inconformada, depressiva, reclusa e de luto por um cão mais que especial que se foi, tive a confirmação que lá no fundo já sabia, mas precisava ouvir de alguém mestre no assunto: o falecimento de um ser amado que faz parte da sua vida sempre causará danos a nossa “estrutura” emocional, seja ele humano ou não, portanto o sofrimento é o mesmo pela partida de um bicho ou de uma pessoa, engana-se quem pensa o contrário.

Cada um expressa a angústia ao seu modo, no seu tempo, com quem se sente à vontade, contudo o mais importante é exteriorizar, por pra fora tudo aquilo que está te corroendo lá dentro. A palavra que mais gosto de dizer neste momento é ‘permita-se’. Não se envergonhe e nem se importe com o que vão dizer sobre suas lágrimas por sentir falta de quem você tanto ama. Faça o que sentir vontade, pois só você sabe o que seu patudo significa.

Assim que um bichinho meu se vai, costumo adotar outro logo em seguida, não no intuito de substituí-lo, mas para transformar a minha tristeza na alegria de um animal abandonado. Tenho certeza que aquele que se foi sente orgulho de que o fim da sua vida deu a oportunidade de salvar outra.

E anos depois,  quando você tem por superado, ao ver algo, sentir um cheiro, ou ouvir um som ou música, não se assuste se perceber um nó na garganta,  um aperto no peito e se pegar chorando de saudades do seu amor peludo.

Existem duas músicas que descobri a pouco tempo e que me ajudam muito a tolerar a separação: Nunca diga adeus e Uma vez mais – clique no nome para ouvir cada uma.

“Mas você partiu sem mim, e sei que estás em algum jardim entre as flores…”

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Artigos, Reflita!

  1. Alice
    22, setembro, 2011 em 18:15 | #1

    Lindo texto, compreendo cada palavra e, mesmo que o tempo passe, a gente ainda sente uma falta…

    Na época escrevi algumas palavras sobre minha cachorrinha que faleceu: http://www.fotolog.com.br/sakurakimimaro/63650261

    A música é uma coisa incrível também, sempre que ouço Tuesday’s Gone, da versão do Metallica, penso nela.

  2. Eduardo
    25, junho, 2012 em 15:54 | #2

    Meu cãozinho se foi a praticamente um ano. Choro praticamente todos os dias de tanta tristeza que sinto. Hoje sou descrente de Deus, parei de acreditar, acho que minha resistência minou. Fico pensando até quando conseguiremos sofrer tanto, chorar todos os dias. Meu cãozinho foi um exemplo de vida, de lealdade, de fifelidade, de amor. Foi-se um pedaço de mim, que nunca mais retornará.

  3. Elzirlene Carneiro
    27, junho, 2012 em 16:36 | #3

    @Eduardo A perda em qualquer âmbito da vida é difícil de suportar. Mas temos que ver que os cães tem um determinado tempo de vida, assim como nós, todos um dia morreremos. Deixar de acrditar em DEUS por causa da perda de um animal querido é deixar de acreditar que o veremos quando, também, formos embora.

  4. 19, julho, 2012 em 00:35 | #4

    Minha querida eu entendo muito bem o que você diz e o que você senti quando diz que chora e dói no peito quando perde um animal que ama. O nosso sentimento realmente é um só, quando amamos nós amamos mesmo seja um ser humano ou um animal de estimação! Eu conheço essa dor e sei que só um pode tirar essa dor da perda em nossos corações…. ele se chama JESUS CRISTO! Busque a ajuda dele e ele confortará o seu coração! Um abraço!

  5. 22, julho, 2013 em 17:27 | #5

    Eu perdi um cao hj e eu tou muito triste (:
    concordo plenamente com tudo q está no texto …

  6. Wyalla
    11, maio, 2014 em 23:21 | #6

    Perdi o amor mais puro que ja senti. Minha meg se foi ontem, a dor que estou sentindo está me machucando fisicamente, ninguém me entende, nem precisa só eu sei o que estou passando, a pouco fui tomar banho e ela não estava na porta a me esperar, me pego conversando, sei que não está mais tento amenizar a minha dor.
    Minha Meg se foi com apenas 1 ano e seis meses não foi justo com agente tínhamos tanto amor pra nos dar, tanto bem a nos fazer. vou ama-la pra sempre e a cada ser humano ruim que me rodeia minha dor e saudade irá aumentar. dor que rasga o peito.

  7. Beatriz
    20, setembro, 2015 em 02:02 | #7

    Obrigada pelas palavras que escreveu. Serviram como uma luva e me proporcionaram o conforto de que precisava, pois eu estava inconsolável.
    Temos que aprender a conviver com esta dor, e me ajudou muito com tudo o que disse.
    Fica com Deus e continua firme e forte, alguém lá em cima está vendo o bem que faz.
    Abraço

  1. Nenhum trackback ainda.

 
Por favor digite no campo abaixo a palavra: OBA
No preencha o campo abaixo.