Página Inicial > Mutirão Mata-fome > Diário Mutirão Mata-Fome – Aldeia Indígena Amaral – 21/11/2015

Diário Mutirão Mata-Fome – Aldeia Indígena Amaral – 21/11/2015

23, novembro, 2015

Neste sábado um grupo de voluntários acordou bem cedo. Eles tinham uma importante missão: levar alimento e cuidados aos animais da aldeia indígena Amaral, comunidade que neste ano passou a ser amparada pela OBA.

aldeia 21.11.2015-4

Ainda não estamos atuando da forma que gostaríamos neste local, faltam recursos para acolher dignamente tantos animais, mas acreditamos que o pouco que fazemos traz conforto a estes anjos peludos.

Além dos voluntários e muitos sacos de ração, a Kangoo levava Mel e Pintadinha. Elas ficaram 2 meses num lar de apoio, e nesse período foram castradas, vacinadas e se alimentaram muito bem. Mas chegou a hora de voltarem para suas casas para que outros também pudessem ser ajudados.

mel antes e depois

Mel - antes x depois

Logo na entrada da aldeia um imprevisto: atolamos o carro, mas com esforço conseguimos seguir adiante. Visitamos todas as casas, deixamos ração para os animais e conversamos com todas as famílias e crianças sobre o cuidado necessário com os peludos.

Como o trabalho nessa aldeia é recente, vários animais ainda não estão castrados, e o resultado encontrado foram 3 novas ninhadas de cães.

Ao financiar uma castração, você ajuda no controle populacional de cães e gatos.

Ao financiar uma castração, você ajuda no controle populacional de cães e gatos.

Chegando da última parte do trajeto, matamos a saudade de alguns dos animais que viviam na outra comunidade indígena que amparamos. Picasso, Paloma, Tigresa, Juninho, Marley, Shrek e Piloto deram latidos de felicidade ao nos ver.

Nesse local encontramos Neguinha, com um quadro grave de desnutrição. Ela até parecia uma cadelinha idosa ao caminhar, curvada e sem forças, mas ainda é muito jovem.

Foi a escolhida da vez para voltar conosco. Neguinha ficará no lar de apoio para ganhar peso e saúde, e em seguida será castrada para poder voltar para sua família.

Neguinha terá sua chance para se recuperar.

Neguinha terá sua chance para se recuperar.

Por sorte, conseguimos convencer a família da Pintadinha a encaminhá-la para outra pessoa que a tratasse com o cuidado que ela merece. Portanto, a fofinha está disponível para adoção! Já a Mel foi recebida com alegria por seus tutores e em breve pretendemos vê-la novamente.

Para quem for adotar a Pintadinha uma dica: ela adora andar de carro.

Para quem for adotar a Pintadinha uma dica: ela adora andar de carro.

Na saída da aldeia atolamos o carro novamente. Dessa vez, só conseguimos sair com a ajuda de um reboque. Mas nenhuma adversidade como esta estragaria nosso dia, quando estamos com o coração quentinho de tanto carinho.

Confira as fotos:

Clique nas imagens para ampliá-las.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Mutirão Mata-fome

Os comentários estão fechados.