Arquivo

Arquivo de maio, 2016

Cirurgia Rebelde – 31/05/2016

31, maio, 2016

No início desse mês, Rebelde veio para nosso lar de apoio. Ela estava com o focinho sangrando, e os exames mostraram que novamente estava com erliquose.

Nossa gordinha simpática adora andar de carro.

Nossa gordinha simpática adora andar de carro.

Mas resolvemos fazer um raio X da face, porque mesmo com o tratamento, o sangramento continuava e sua respiração estava cada vez pior.

As notícias não são boas… Rebelde está com um tumor na cavidade nasal, por isso o sangramento e a dificuldade em respirar.

raio x rebelde

Hoje de manhã, nossa vovozinha gorducha rebolida foi levada em jejum para a clínica veterinária, onde será submetida a uma delicada cirurgia.

Vocês podem mandar boas energias para ela?

Estamos com você, Rê!

Mutirão Mata-fome

Internação Tiger – 30/05/2016

30, maio, 2016

Esse querido é o Tiger, e ele também vive na aldeia de Biguaçu. Mais um amiguinho daquela comunidade vítima de atropelamento. A suspeita é que Tiger fraturou o fêmur e deslocou a bacia, mas amanhã será feito raio X e a nossa torcida é para que não tenha sido tão grave.

Força aí, amigão!

Tiger mostra toda sua doçura pelo olhar.

Tiger mostra toda sua doçura no olhar.

Mutirão Mata-fome

ADOTE a Marie

30, maio, 2016

ADOTADA!!!

Essa vesguinha fofa é a Marie. Ela apareceu na aldeia indígena de Biguaçu, então estamos a procura de um lar bem legal pra ela. Ajude-nos nesta busca?

É bem novinha e será castrada nos próximos dias. Será doada apenas para ambiente telado e sem acesso à rua.

adote a marie

Contato para adoção responsável: oba.floripa@gmail.com / 9114-2537

Adote!, Mutirão Mata-fome

Cão Terapia de 28/05/2016

28, maio, 2016

Clique nas imagens para ampliá-las.

Cão Terapia

9 anos de Cão Terapia!

28, maio, 2016

A festa de aniversário da Cão Terapia foi simplesmente sensacional!!!

Além de mais de uma centena de voluntários e visitantes, 14 patudos foram abençoados com famílias amorosas e responsáveis.

cao terapia 28.05.2016

O sucesso do evento e da Cão Terapia é mérito de quem abraça este projeto, se dedica a recuperar e a buscar um lar para os pimpolhos traumatizados do canil e gatil municipal de Floripa.

E, principalmente, acredita que com atitudes positivas e bons sentimentos podemos fazer um mundo melhor para os animais e para as pessoas.

Que venham mais dias como este! Que a felicidade seja contagiante!

E que mais braços se estendam na direção destes anjos de 4 patas.

Não há palavras para agradecer!

Clique nas imagens para ampliá-las.

LEMBRANDO QUE: SÁBADO TEM CÃO TERAPIA DE NOVO… DE NOVO E SEMPRE!

Cão Terapia

É AMANHÃ!!

20, maio, 2016

Segue o menu da festa!  

aniversario 9 anos cão terapiaMariana Boro e Luciana Moraes criaram o convite deste evento. Liiindo!!!

Cão Terapia

Ação nas aldeias Maciambu, Morro dos Cavalos e Cambirela – 09/05/2016

9, maio, 2016

Durante o mês de maio, o Mutirão Mata-Fome visitou dez comunidades indígenas da Grande Florianópolis a cada semana. Foi uma maratona! Acompanhe o início dessa jornada:

gato janela

Saímos tão cedo que o orvalho ainda dificultava nosso deslocamento às primeiras casas visitadas, na aldeia indígena Maciambu. Subimos as trilhas com os potes abastecidos de comida e uma mochila nas costas com medicamentos.

Encontramos cães magros e com muita fome, e apenas um gatinho. Sentimos falta de tantos outros que havíamos conhecido em nossa visita anterior, meses atrás…

Cães famintos próximos à escola.
Cães famintos próximos à escola.

Fêmea com as mamas evidenciando que já pariu e amamentou anteriormente.
Fêmea com as mamas evidenciando que já pariu e amamentou anteriormente.

Cães desnutridos e com sarna.
Cães desnutridos e com sarna.

Bibo estava com extensa queimadura já em processo de cicatrização.
Bibo estava com extensa queimadura já em processo de cicatrização.

Filhotes com poucos dias de vida.
Filhotes com poucos dias de vida.

Fêmea e filhote extremamente magros e debilitados.
Fêmea e filhote extremamente magros e debilitados.

Mix de pinscher, acorrentado sem abrigo, magro e com sarna.
Mix de pinscher, acorrentado sem abrigo, magro e com sarna.

Mas nosso dia estava apenas começando, então partimos para a próxima comunidade indígena, no Morro dos Cavalos. E o que encontramos não foi diferente: cadelas prenhas, animais extremamente famintos, sarna, pulgas, verminose e por aí vai…

Cadela prenha (detalhe: não é a primeira prenhez).
Cadela prenha (detalhe: não é a primeira prenhez).

Cães famintos.
Drª Ieda observando os cães para medicá-los.

Tivemos reencontros nesse dia. Conhecemos Ticão quando ainda era um filhotinho e morava na aldeia M´Biguaçu. Mas sua família se mudou para esta comunidade que fica às margens da BR, e um certo dia, ao atravessar a rodovia foi atropelado. Já se passaram 6 anos, mas esse dia será difícil esquecer, porque ele urrava com uma pata pendurada (veja aqui o dia do atropelamento e aqui o dia que ele retornou para a aldeia após a cirurgia de amputação).

Ticão se adaptou rapidamente a nova condição.
Ticão se adaptou rapidamente a nova condição.

Recuperamos o fôlego e partimos morro acima, visitando cada família.

maciambu 09.05.2016

E com as pernas cansadas seguimos para a terceira comunidade visitada, próxima ao Morro do Cambirela. O cenário encontrado foi o mesmo…

Cães e gatos com muita fome.
Cães e gatos com muita fome.
Filhote desnutrido.

Filhote desnutrido.

No dia seguinte, a missão continua. Confira mais fotos deste dia:

Clique nas imagens para ampliá-las.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mutirão Mata-fome