Arquivo

Arquivo de julho, 2016

Campanha de vacinação

30, julho, 2016

Campanha de inverno

29, julho, 2016

inverno

O inverno chegou, e com ele as madrugadas frias.
E os patudos, principalmente os de pêlos mais curto, também sentem muito frio.

Se você tem na sua casa um tapetinho, um lençol, uma coberta, algo que seja quentinho e que você não usa mais, faça uma doação para aquecer o inverno dos nossos amiguinhos.

Durante a semana, você pode deixar sua doação no CCZ e no sábado pode levar na Cão Terapia.

Divulgue essa ideia, e vamos ajudar a aquecer esses focinhos.

Campanhas , ,

Doe ração para o Mutirão mata-fome

28, julho, 2016

2807

No início da semana, Bili convocou seus amigos humanos a combater a fome dos patudos carentes amparados pelo Mutirão Mata-Fome, que atualmente percorre dez comunidades indígenas da Grande Florianópolis.

Ainda não doou um pacotinho de ração? Calma que dá tempo! Em agradecimento, Bili e seus companheiros peludos distribuirão muitos abraços e lambeijinhos!

Pontos de arrecadação:

– Pet Affetto: Rua Lauro Linhares, 636, Trindade – Próximo ao Banco do Brasil.

– Clínica Veterinária Biofilia: Rua Thiago da Fonseca, 303, Capoeiras – Próximo da ‘Nossa Loja Tramontina’.

AOS SÁBADOS SEM CHUVA: Cão Terapia, das 14h30 às 18h, no canil e gatil municipal de Floripa, que fica dentro das instalações do Centro de Controle de Zoonoses, na SC-401.

Se você não mora em Floripa, mas quer ajudar esta ação solidária, todo valor é recebido com gratidão:

Banco do Brasil (banco 001)
Agência: 1453-2
Conta Corrente: 36.798-2
Titular: Organização Bem-Animal
CNPJ: 09.454.046/0001-55

Acompanhe as fotos do Mutirão Mata-Fome:
https://picasaweb.google.com/oba.floripa

Ação em comunidades indígenas, Campanhas, Mutirão Mata-fome ,

Ajude os cães invisíveis

26, julho, 2016

caes-invisiveis

No final de maio, conhecemos uma senhora indígena que mora no alto de uma montanha, pertinho do Cambirela, em Palhoça. Para chegar até o cantinho onde ela e seus companheiros patudos moram, é preciso enfrentar uma trilha na mata por 40 minutos.

Mas disposição e coragem não faltam à equipe do Mutirão Mata-Fome que, desde então, visita semanalmente esta casa, subindo a montanha com quilos e quilos de ração nas costas. Temos motivação de sobra; antes, os cães mal levantavam de fraqueza e fome… hoje, nos recebem com latidos e festa.

Estes patudos sofrem de uma doença crônica de pele, a conhecida sarna demodécica – que não tem cura, mas pode ser controlada com tratamento e alimentação adequada. Nestes três meses eles já melhoraram muito, mas para mantê-los saudáveis e peludos, precisam da coleira Preventic, da Virbac. Esta coleira é medicinal e libera gradativamente o remédio para manter a sarna sob controle por 4 meses.

Então fica aqui nosso pedido por esses peludinhos. Sim, agora podemos chamá-los assim: eles têm pelo, cor, disposição e um corpinho aquecido para enfrentar o inverno.

Pontos de arrecadação:

– Pet Affetto: Rua Lauro Linhares, 636, Trindade – Próximo ao Banco do Brasil.

– Clínica Veterinária Biofilia: Rua Thiago da Fonseca, 303, Capoeiras – Próximo da ‘Nossa Loja Tramontina’.

Banco do Brasil (banco 001)
Agência: 1453-2
Conta Corrente: 36.798-2
Titular: Organização Bem-Animal
CNPJ: 09.454.046/0001-55

Acompanhe as fotos do Mutirão Mata-Fome:
https://picasaweb.google.com/oba.floripa

Ação em comunidades indígenas, Mutirão Mata-fome

BRANCA VOLTOU!

26, julho, 2016

branca

Hoje cedinho fomos buscar a fujona, que para nossa alegria estava em ótimas mãos. Gratidão a todos que se mobilizaram e ajudaram, especialmente a você, Déinha Rauchfeld, pela força na divulgação. Muito obrigado!

Fernando, receba nosso agradecimento carinhoso por ter acolhido nossa protegida. Você foi um dos anjos na vida da Branquinha.

Continuamos na busca por uma família especial a esta peludinha de olhar doce e meigo. Mas enquanto esse dia não chega, ela continuará aqui, brincando e dormindo agarradinha no Bob.

Contato para adoção responsável: oba.floripa@gmail.com

Achados e Perdidos

Ajude o Bili, ajude o Mutirão!

25, julho, 2016

bili

 

Nosso personagem da semana é o BILI!!!

Esse patudo vive na Aldeia M’Biguaçu, junto com outros amiguinhos que sobrevivem de doações de ração que são entregues semanalmente nas comunidades carentes amparadas pelo Mutirão Mata-Fome.

Convoque seus amigos e ajude a combater a fome desses amiguinhos, doando um pacotinho de ração.

Conheça os pontos permanentes de arrecadação de donativos:

– Pet Affetto: Rua Lauro Linhares, 636, Trindade – Próximo ao Banco do Brasil.

– Clínica Veterinária Biofilia: Rua Thiago da Fonseca, 303, Capoeiras – Próximo da ‘Nossa Loja Tramontina’.

AOS SÁBADOS SEM CHUVA: Cão Terapia, das 14h30 às 18h, no canil e gatil municipal de Floripa, que fica dentro das instalações do Centro de Controle de Zoonoses, na SC-401.

Se você não mora em Floripa, mas quer ajudar esta ação solidária, todo valor é recebido com gratidão:

Banco do Brasil (banco 001)
Agência: 1453-2
Conta Corrente: 36.798-2
Titular: Organização Bem-Animal
CNPJ: 09.454.046/0001-55

Acompanhe as fotos do Mutirão Mata-Fome:
https://picasaweb.google.com/oba.floripa

Ação em comunidades indígenas, Mutirão Mata-fome

260 KG de ração doados ao Mutirão!

24, julho, 2016

amigas-da-rua-card01

No último sábado, o Grupo Amigas da Rua foi até a Cão Terapia fazer uma doação para a turminha peluda amparada pelo Mutirão Mata-Fome.

As amigas Jessica, Ana, Maria Luiza e Daniely promoveram esta ação com tanto carinho e dedicação que o resultado foi incrível: 260 QUILOS DE RAÇÃO ARRECADADOS!!

dscn3090-copia

Meninas, vocês são demais! Parabéns por mobilizarem seus amigos e familiares nesta corrente de amor e solidariedade.

m1

Os patudos que sobrevivem com as doações do Mutirão Mata-Fome mandam muitos e muitos beijinhos de agradecimento!

Veja as fotos da entrega das doações na aldeia de Biguaçu: https://goo.gl/efBQkn

Ação em comunidades indígenas, Mutirão Mata-fome ,

Cão Terapia 23 de julho

23, julho, 2016

img_6367O álbum de fotos da Cão Terapia de sábado passado ficou lindo demais. Confira!

Cão Terapia

PITANDA

22, julho, 2016

pitanda

Neste trabalho com animais necessitados, às vezes nos vemos numa gangorra de emoções; um dia choramos, mas no outro encontramos motivos para voltar a sorrir.

Com a perda do Xondaro, que deixou nosso coração bem pequenininho e fragilizado, sentimos que era hora de fazer por outro vovô patudo o que fizemos por ele.

Conhecemos Pintada há dois meses, na aldeia Maciambu, e desde o primeiro dia ela nos tocou com seu olhar sofrido e assustado. Sua família foi embora e a deixou à própria sorte. Quanta maldade… Mas isto é passado, agora seus dias serão cercados de amor e cuidados.

Ação em comunidades indígenas, Mutirão Mata-fome

XONDARO

22, julho, 2016

xondaro

Esta semana tivemos uma perda que está sendo difícil superar… Xondaro nos deixou…

Nosso vovô recentemente havia passado por exames e descobrimos um novo problema de saúde: além do fígado, seu coração estava bem fraquinho. Então ele achou que era hora de partir.

Nestes oito meses em que esteve conosco, Xondaro foi muito, muito, muito AMADO. Ele sabia disso, o que alivia um pouquinho a tristeza.

É desta forma que nos lembraremos de você: de como se iluminava quando ganhava um afago e daquela baguncinha boa nos dias ensolarados.

Nós te amamos, Xondaro!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ação em comunidades indígenas, Mutirão Mata-fome